Experiência do Cliente

Jornada do Cliente – Passo 3

VoC, feedback, journey map
Escrito por PRG BRASIL
Passo 3: Junte as informações – Capture e analise o feedback do cliente

Para entender completamente os estágios da jornada do cliente e as interações que eles terão com sua empresa, você precisa muito do feedback do cliente.

Um dos pontos mais importantes a ser considerado é a necessidade e benefícios de se usar múltiplas fontes de dados. Pesquisas internas não são suficientes. Pesquisa de mercado não é suficiente. Você precisa coletar dados de todas as interações que o cliente tem com sua marca, e também ter uma forma de entender as necessidades do cliente, desejos, expectativas e emoções durante cada interação.

 Conduzir entrevistas internas e pesquisas com funcionários

Entrevistas internas, workshops e pesquisas com funcionários que regularmente interagem com clientes ou com ‘stakeholders’, e que já estejam familiarizados com os processos e sistemas existentes, são muito úteis para o entendimento da experiência do cliente. A informação dos funcionários irá ajudar a descobrir a jornada do cliente e seus estágios no ciclo de vida, os passos que seu cliente vivencia quando analisa, compra, usa e permanece fiel à sua marca ou produto. Sua equipe pode usar esta estrutura para entrevistar os clientes e obter ideias adicionais sobre a jornada. Além disso, os funcionários podem dar sugestões de como aprimorar processos, políticas e sistemas quando houver obstáculos que possam estar impedindo de entregar a experiência que o cliente deseja e espera.

 

 Ideias para o mapeamento da Jornada
 Entrevistas com funcionários, workshops e pesquisas
 Entrevistas com clientes, observações, registros e pesquisas
 Comentários em redes sociais
 Análise de sites
 Comentários em sites de terceiros
 Gravações e anotações em callcenter
 e-mails recebidos

Capturar o feedback do cliente

Negócios centrados no cliente estão investindo fortemente em programas de voz do cliente (VoC), para capturar, analisar e operacionalizar as opiniões e o feedback dos clientes, estão usando tecnologias que combinam dados de diversos canais para fazer a parte analítica da voz do cliente (VoC).

Para a empresa compreender de forma ampla a experiência do cliente, é necessário capturar todas as informações disponíveis nos diversos canais, e nos vários formatos de dados. Enquanto muitos programas de VoC são baseados unicamente em pesquisas, os programas mais evoluídos analisam e utilizam-se de diversas fontes de dados, principalmente informações não solicitadas e não estruturadas.

Informações não solicitadas ampliam muito a capacidade de entendimento da jornada do cliente. Informações obtidas em comentários nas redes sociais, avaliações em sites de terceiros, no callcenter, chat online, blogs e fóruns são muito valiosas, pois podem revelar detalhes e sentimentos da experiência do cliente que não seriam contemplados em, por exemplo, uma pesquisa formal.

Uma pesquisa formal determina quando e como a experiência do cliente será informada.  No entanto, quando um cliente resolve usar, por exemplo, o Twiter para manifestar sua insatisfação, não existe direcionamento nem indicação da manifestação desse sentimento, assim, capturar a emoção no momento exato em que tal sentimento é manifestado é fundamental para o entendimento das necessidades e desejos dos clientes.

Também é importante acompanhar e observar clientes no ambiente e no momento das interações, nos diversos pontos de contato. Isso permite avaliar o contexto de cada interação e um melhor entendimento,  não apenas do que os clientes fazem,  mas por que e como interagem com a empresa, nas mais diversas situações. O uso de entrevistas e etnografia, combinados com a análise de dados estruturados, permite validar os diversos momentos da jornada do cliente, as necessidades, expectativas e o mais importante, a percepção do cliente em relação à empresa ou a determinada interação.

Essas análises facilitam o entendimento de situações críticas e também apresentam, de forma organizada, oportunidades de melhorias.

Analisar o feedback do cliente para entendera as necessidades, desejos emoções

Um aspecto fundamental na análise da jornada do cliente é a identificação correta do sentimento do cliente, em cada ponto de contato e em cada momento.

Compreender e interpretar dados de “emoções” ou “sentimentos” é uma das formas mais ricas em informações sobre a percepção do cliente, não é suficiente saber sobre o que os clientes estão falando – é necessário saber o que eles estão vivenciando. Análise de sentimento é o desafio e evolução na gestão da experiência do cliente e permite considerar novas fontes de dados, como imagens, voz e vídeo.

Ao combinar técnicas de análise de dados não estruturados com dados transacionais e a capacidade de interpretação do sentimento do cliente, é possível obter uma análise completa e real da percepção do cliente, nos diversos pontos de contato e durante todos os momentos. Para conduzir estas análises com grandes volumes de dados você precisará de uma plataforma de dados.

Clique aqui para conhecer as soluções de negócios da PRG BRASIL

Sobre o autor

PRG BRASIL

A PRG BRASIL é uma consultoria com mais de 15 anos de experiência especializada em Gestão de Clientes com soluções de negócios em Vendas, Marketing e Experiência do Cliente.

Conheça nossas soluções em: www.prgbrasil.com

Deixar comentário.

Share This